É sua primeira vez por aqui? Entenda o blog: No dia 13/08/2010 eu criei este blog apenas para programar a minha viagem para a Itália... Ele cresceu muito, fiz muitos amigos e virou uma fonte de informações para muitas pessoas. Para melhor compreensão, ele foi dividido em três partes: 1) as pesquisas sobre cada cidade, atrações turísticas, gastos,... e o marcador que eu adoro: Entrando no clima, onde experimentei receitas, filmes, livros,... 2) A montagem do meu roteiro passo a passo: todos os dias estão na guia ROTEIRO FINAL; 3) O relato completo da minha viagem - todos os dias - com informações, dicas, gastos totais... etc. Estão na guia MINHA VIAGEM. Entre... o blog é seu!!! Aqui você vai encontrar informações sobre as cidades que eu visitei: Milão, Lago di Como, Turim, Verona, Pádova, Vicenza, Veneza, Florença, Pisa, Lucca, San Gimignano, Siena, Arezzo, Cortona, Cinque Terre, Assis, Roma, Pompéia, Capri, Sorrento, Positano e Nápoles... Este projeto foi finalizado pois estou com outro agora: http://www.toindoparaafranca.blogspot.com/ - mas entrarei aqui uma vez por semana para responder comentários, perguntas, etc... BOA VIAGEM À ITÁLIA!!!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A história da Pizza...

E alguém resiste? Em todos os meus anos de vida, conheci pessoas que falavam: eu não gosto de café, eu não gosto de verduras... mas, não gostar de pizza, até hoje não conheci ninguém. Sendo um prato de origem muito antiga, é difícil especificar sua origem.

Uma das teorias seria que, graças a descoberta pelos egípcios (ou são os egípcios ou os gregos) da fermentação da massa de trigo, há mais ou menos seis mil anos, começou-se a enriquecer os pães de forma achatada dom diversos ingredientes, como azeitonas, ervas aromáticas, etc...

Os fenícios também fazem parte desta história, pois acrescentavam coberturas de carne e cebola ao pão. Os turcos muçulmanos adotaram este costume na Idade Média e por causa das cruzadas essa prática chegou à Itália pelo porto de Nápoles (Ahhhhh!).

Mas, a pizza que conhecemos hoje foi “inventada” pelos italianos que acrescentaram o tomate – descoberto na América e levado a Europa pelos espanhóis. Nesta época, a pizza parecia um calzone (dobrada ao meio em forma de sanduíche) e era o alimento de pessoas humildes no sul da Itália. Servida com ingredientes baratos, a pizza tinha como objetivo matar a fome de parte da população pobre do país.

Com a criatividade dos padeiros da região, a pizza recebeu azeite de oliva, alho, queijo, anchova e peixes frito. Coisa boa cria fama muito rápido: sendo assim, surgiu em Nápoles a primeira pizzaria que se tem notícia: a Port’Alba, ponto de encontro de artistas da época, originando a verdadeira pizza Napolitana.

Um outro dado curioso, é sobre o nascimento da pizza Margherita: em 1889, o rei Umberto I e a Rainha Marguerita passaram o verão em Nápoles e a rainha estava entusiasmada para provar o prato típico da região. Foi chamado ao palácio o famoso pizzaiolo Don Raffaelo Esposito que preparou e inventou vários sabores de pizza para o casal real. O que mais chamou a atenção da rainha foi uma preparada com ingredientes que ressaltavam as cores da Itália: verde (manjericão), branco (muzzarella) e vermelho (tomate). Esperto, Don Raffaelo batizou a pizza com o nome da Rainha...

E, com esses fatos iniciais, a pizza ganhou o mundo...
Agora, fala a verdade: não dá para resistir mesmo, não é? Gelattos e pizzas... vou precisar de dois bancos na viagem de volta...

Fontes: Wikipédia e Portal São Francisco.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...