É sua primeira vez por aqui? Entenda o blog: No dia 13/08/2010 eu criei este blog apenas para programar a minha viagem para a Itália... Ele cresceu muito, fiz muitos amigos e virou uma fonte de informações para muitas pessoas. Para melhor compreensão, ele foi dividido em três partes: 1) as pesquisas sobre cada cidade, atrações turísticas, gastos,... e o marcador que eu adoro: Entrando no clima, onde experimentei receitas, filmes, livros,... 2) A montagem do meu roteiro passo a passo: todos os dias estão na guia ROTEIRO FINAL; 3) O relato completo da minha viagem - todos os dias - com informações, dicas, gastos totais... etc. Estão na guia MINHA VIAGEM. Entre... o blog é seu!!! Aqui você vai encontrar informações sobre as cidades que eu visitei: Milão, Lago di Como, Turim, Verona, Pádova, Vicenza, Veneza, Florença, Pisa, Lucca, San Gimignano, Siena, Arezzo, Cortona, Cinque Terre, Assis, Roma, Pompéia, Capri, Sorrento, Positano e Nápoles... Este projeto foi finalizado pois estou com outro agora: http://www.toindoparaafranca.blogspot.com/ - mas entrarei aqui uma vez por semana para responder comentários, perguntas, etc... BOA VIAGEM À ITÁLIA!!!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Turim - Torino - Turin - APRESENTAÇÃO

Bem, vamos começar a colher informações sobre minhas cidades base. Primeiro, conhecer exatamente como é a cidade, seus pontos turísticos, dicas interessantes, etc... para depois começar a ver as cidades em volta (que vou chamar de cidades satélite) que irei conhecer quando estiver na base. No decorrer de cada post, vou inserindo tópicos sobre a cultura da Itália, sua estrutura, seus mapas, características,... o que for possível para aproveitar muito bem todos prazeres da Itália... Vamos iniciar com um breve prólogo sobre a cidade de Turim, uma das minhas cidade base... (Todas as informações são de diversos sites e guias impressos):

Turim (Torino em italiano e Turin em piemontês) localiza-se na região do Vale D'Aosta e Piemonte, no noroeste da Itália. A cidade é um centro econômico, mas também tem excelentes museus e uma esplêndida arquitetura barroca, reforçada pelos Alpes ao fundo. Dois pontos fazem a fama de Turin: O Santo Sudário e a marca de automóveis FIAT (vocês sabiam que FIAT significa Fabbrica Italiana Automobili Torino - Fábrica Italiana Automóveis Turim? Pois é, eu não sabia...rs). Foi a capital italina entre 1861 e 1864.

O meio urbano é muito diferente em relação às outras cidades italianas, em quanto por vontade dos Savoia que Turim tivesse um aspecto francês severo: largas ruas que se encontram em ângulos retos_ a mais importante é a central via Roma_- e as praças espaçosas caracterizadas pela geometria regular_ entre as quais temos piazza Castello e piazza Carlo Felice.

Turim possui uma vida cultural muito ativa: ali se encontram editoras, a sede de um dos principais jornais cotidianos do país, sede de prestígio para estudos científicos e técnicos- o Politecnico e a Universidade.

Também, é sede de um dos museus mais importantes como o Museo Egizio- o terceiro mais importante do mundo- também a Galleria Sabauda, a Galleria d’Arte Moderna e, recentemente a Pinacoteca Agnelli al Lingotto- a FIAT, que nasce nos anos 20 e que despertou a admiração de Le Corbusier- o Museu do Cinema decorado em modo esplêndido no interno de um dos símbolos da cidade: a famosíssima Mole Antonelliana alta 1,67 mt, projetada pelo arquiteto Antonelli em 1863 como sinagoga da cidade.

Um itinerário arquitetônico através Turim deve seguramente considerar a central Piazza Castello sobre a qual temos o Palazzo Madama do século XVII- o curiosos nome se deve ao fato que foi a moradia de Madame Reale Maria Cristina, regente de Carlo Emanuele II di Savoia- esta moradia possui uma fachada barroca de 1721 feita por Filippo Iuvarra.

Sobre a praça temos também o Teatro Regio com fachada de 1700 mas com um moderno interno de 1973; da Piazza Castello se passa à Piazza Reale e ao Duomo a qual foi anexada a Cappella della Sacra Sindone- uma criação de Guarino Guarini edificada entre 1668 e 1694 e atualmente em fase de um detalhado restauro devido a um terrível incêndio- no seu interno está conservada a Sindone, considerada uma das mais importantes relíquias do cristianismo.

Notável é a prospectiva arquitetônica de Via Roma com as igrejas “gêmeas” de S. Carlo e S. Cristina, fechando o cenário prospectivo pelo percurso; em Piazza S. Carlo temos o Palazzo dell’Accademia delle Scienze que hospeda o Museo Egizio e a Galleria Sabauda – com quadros de Beato Angelico, Bronzino, Mantegna, Veronese, Tintoretto, Gentileschi, Carracci, Reni, Tiepolo entre outros.

Turim é famosa também por seus típicos cafés e por seus restaurantes de alto nível que se localizam pelas estradas com os pórticos: frequentá-los significa fazer parte de uma das grandes tradições da cidade.

Também, Turim é cidade de jardins e de “águas”: é cortada pelo rio Pó onde se localiza o magnífico parque Parco del Valentino sistemado em 1830, e, no seu interno se tem uma vera e própria antologia da arquitetura, como por exemplo o Castello Valentino de 1630, a reconstrução de uma vila medieval e o moderno Palazzo Torino Esposizioni.

Pelos redores de Turim, ricas obras artísticas e arquitetonicas: começando pela Basilica di Superga, a 10 km do centro, dominando a cidade do alto de uma colina: construída por Iuvarra em 1731 para o pagamento de um voto de Vittorio Amedeo II.

Uma outra jóia da arquitetura se encontra sempre fora da cidade, é a Villa Reale di Stupinigi de Iuvarra, projetada em 1730 como suntuosa casa de campo para caça, para a família real.

E, por fim, para os apaixonados de arte contemporânea, nos arredores do Castello di Rivoli – a 13 km da cidade- localiza-se a sede de exposições que nos anos recentes tornou-se um do pólos europeus para todas as expressões de arte mais atual.

Turim...

4 comentários:

Ranis disse...

Você esqueceu de mencionar que na província de Turim está a cidade de Carmagnola, conhecida mundialmente pelos seus pimentões... ahahahahahahahahahahah... tudo bem, Carmagnola é bonitinha, mas os pimentões não a fazem uma pérola (o comentário é tendencioso, pois moro em Carmagnola).
Não esqueça do museu do cinema, em Turim, que fica no prédio da "mole Antonelliana". É fantástico (http://www.museonazionaledelcinema.it/quick_info.php?l=pt).

Miss Richesse disse...

Não vejo a hora de chegar!!! Devo chegar em janeiro de 2014. Primeiro irei para Riccione e depois para Torino, quero fazer amigos por aqui! Tenho face Sandra Bastos

Miss Richesse disse...

Não vejo a hora de chegar!!! Amo a Italia, e tenho certeza que será inesquecível! Viva meu retorno para Italia! kekekekek

Márcio Jardim disse...

Olá Miss Richesse
Desejo a melhor viagem do mundo para você.
Grande abraço

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...